romantic, hug, togetherness-1934223.jpg

SENTIMENTOS REPRESADOS

Temos a tendência de guardarmos no coração sentimentos ruins em relação a pessoas, circunstâncias que nos fizeram mal. Lá dentro do coração residem mágoas, ressentimentos, raiva, ódio e rejeição profunda. Não atentamos para as coisas que nos afligem e nos fazem mal. Somos muito ruins para procedermos um autoexame ou uma autocrítica. Criticamos os outros, mas não olhamos no espelho. Não conseguimos visualizar o nosso interior com os seus traumas e decepções ao longo dos anos. Estas coisas são muito pesadas para serem carregadas. Há muita gente encurvada pelo peso dos remorsos e das decepções. Como precisamos de alguém para repartir tudo o que nos faz mal.

Os sentimentos ruins (e até os bons) represados nos fazem muito mal. Precisamos soltar, compartilhar, confessar, rasgar o coração para que esses sentimentos sejam extravasados, colocados para fora. Paulo nos ensina que “toda amargura, cólera, ira, gritaria e blasfêmia sejam eliminados do meio de nós, bem como toda maldade” (Efésios 4.32).

Há, também, pecados não confessados. Na verdade, temos medo de nos expor. Muito receio de abrir a nossa caixa preta. O escritor de Provérbios diz: “Quem encobre suas transgressões jamais prosperará, mas quem as confessa e as abandona alcançará misericórdia” (28.13). O perdão é algo fundamental na libertação desses sentimentos represados.

Há muitas pessoas travadas, improdutivas, vivendo na mesmice por não buscarem ajuda para a solução dos sentimentos ruins represados e até os bons não compartilhados. Quanta gente escrava de sentimentos e pensamentos nocivos à saúde espiritual, emocional e física. Esses sentimentos ruins vão corroendo o interior de quem os guarda. Aqui se promove uma oxidação interior extremamente destrutiva. Há muitos doentes e até com doenças graves como fruto de sentimentos ruins represados. Que o Senhor nos livre desses sentimentos e que tenhamos a coragem de abrir o coração.

Oswaldo Luiz Gomes Jacob

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.