A APOLOGÉTICA DA LUZ

A Bíblia fala de filhos das trevas e filhos da luz. Todos nascemos no mundo filhos da trevas em consequência do pecado original. Para nascermos filhos da luz, temos que ser vivificados pelo Espírito Santo por meio da Palavra de Deus, e, recebermos a pessoa e obra de Cristo Jesus, que nos fez morrer e ressuscitar juntamente com Ele.

Os filhos das trevas vivem num mundo do blecaute espiritual. Podem ter a luz do saber intelectual, porém vivem na escuridão das realidades espirituais. Os filhos da luz, todavia, além de poder adquirir conhecimento intelectual, desse mundo caído, possuem a sabedoria espiritual das realidades do Alto. Eles veem além do horizonte.

Os filhos da luz sabem discernir entre verdadeiro e falso, luminoso e tenebroso; entre mão direita e esquerda, certo e errado; porém, os filhos da noite, obscurecidos no entendimento espiritual, turvam ainda mais os fatos, tentando dar a real explicação, sem levar em conta a Causa não causada, isto é, a Luz do mundo, Jesus. Mas estes são confusos.

“Francis Collins foi diretor do Projeto Genoma Humano e um dos responsáveis por um feito espetacular da ciência moderna: o mapeamento do DNA humano, em 2001, trabalhando no que há de mais moderno em torno do estudo do DNA, o código da vida”. Dr. Collins era ateu, mas foi convertido em filho da luz ao observar que só um Deus todo-poderoso podia trazer tanta ordem ao código genético e dar sentido real ao caos do mundo.

Há uma multidão de incrédulos no mundo do breu, procurando distorcer fatos, assassinar fetos, apagar fotos que elucidam furtos para propagar a filosofia sinistra do vale tudo, nesse vale da sombra da morte. “Mas vocês, irmãos, não estão na escuridão a respeito dessas coisas e não devem se surpreender quando o Dia do Senhor vier como ladrão. Porque todos vocês são filhos da luz e do dia. Vocês não pertencemos à escuridão e à noite. 1 Tessalonicenses 5:4-5”. Esse Dia está chegando e veremos quem está com a razão!

Robert Murray M’Cheyne, antes da luz elétrica, disse: “Quando você está lendo um livro num quarto escuro e acha isto difícil, leva-o para perto de uma janela para receber mais luz. Da mesma forma, leve sua Bíblia a Cristo.” Jesus voltou a falar ao povo e disse: “Eu sou a luz do mundo. Se vocês me seguirem, não andarão no escuro, pois terão a luz da vida”. João 8:12. O povo de Deus não se ilude com um anjo disfarçado de fifó.

Lúcifer vem travestido de lamparina, focando seus objetivos de fundo de quintal, mas Jesus é a Luz do mundo. Quem se encontra na Luz do Sol não debate com alguém que só se vê com a visão duma vela. Os filhos da luz não discutem com os filhos das trevas.

A apologética cristã não é um debate de ideias, mas a afirmação da Verdade que a Bíblia descreve em sua iluminada revelação. Como disse João Calvino: “O Senhor não brilha sobre nós, exceto quando tomamos Sua Palavra como nossa luz.” Legere sub lumine.

“Ler sob a Luz”, nos faz enxergar a pirueta cósmica do passaporte sanitário que tenta ofuscar a verdade dos fatos. Mas por trás dessa máscara sutil e ardilosa encontra-se o controle das nações, para o implante de uma governança mundial. Se você duvida, espere só um pouco mais, porém, não vamos digladiar. “Então muitos falsos profetas aparecerão e enganarão muita gente. A maldade vai se espalhar tanto e de tal forma, que o amor de quase todos esfriará; mas quem ficar firme até o fim será salvo”. Mateus 24:11-13.

Texto de Glênio Fonseca Paranaguá 

https://valeestreito.wordpress.com/2021/11/10/a-apologetica-da-luz/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.