A GRAÇA DE DEUS NOS ENSINA

“Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens e ensinando-nos para que, renunciando à impiedade e às paixões mundanas, vivamos neste mundo de maneira sóbria, justa e piedosa” (Tt 2.11,12).

A graça de Deus se manifestou plenamente na Pessoa e Obra do Senhor Jesus Cristo. Ele veio buscar e salvar o perdido (Lc 19.10). A graça trouxe salvação (ato), santificação (processo) e glorificação (consumação e perfeição em Cristo). A graça de Deus nos salvou em Cristo com o objetivo de renunciarmos à impiedade ou injustiça e às paixões mundanas, e assim vivermos neste mundo (que jaz no maligno, 1 João 5.19), de maneira sóbria, justa e piedosa. Sabemos que a sobriedade, a justiça e a piedade estão em Cristo Jesus. Portanto, a graça nos ensina a caminhar na contramão do mundo, vivendo uma vida de santificação sem qual ninguém verá o Senhor (Hb 12.14).

A graça de Deus é uma pedagoga muito eficaz e eficiente. Ela traz a revelação do amor e da justiça de Deus em Cristo Jesus, aplicando-a em nossas vidas. O Espírito Santo revela a graça que se fez carne e habitou entre nós (João 1.14). O ministério fundamental do Espírito Santo é revelar toda a vontade de Deus em Cristo Jesus. O Espírito Santo revela ao homem perdido a suficiência da obra de Cristo para que ele seja salvo (Ef 2.8-10). A salvação pela graça é mérito unicamente de Cristo. Não há nenhuma obra humana que ajude na salvação do homem perdido. Toda a iniciativa para salvar o homem partiu de Deus, o Pai, Autor da nossa salvação (2 Co 5.18-20).

A graça de Deus nos ensina que somos inabilitados plenamente, por nós mesmos, para a salvação. Foi Deus quem nos atraiu em Seu amor incomparável. Fomos trazidos por Deus à experiência da salvação. O Senhor nos presenteou com a fé (ela é um dom, Ef 2.8,9) para crermos na obra de Cristo na cruz e na ressurreição. Pela graça de Deus, aqueles que estão em Cristo são novas criaturas, pois as coisas velhas já passaram, e tudo se tornou novo (2 Co 5.17). A graça de Deus nos traz tudo novo em Cristo Jesus. Ela traz a admirável pureza e amor do Salvador.

É impressionante a graça de Deus, pois ela nos atrai, salva, educa, nos preparando assim para vivermos sabiamente neste mundo perverso e tenebroso. Somos desafiados a vivermos uma vida de testemunho do evangelho (At 1.8). Devemos todos os dias marcar a nossa presença de maneira sóbria, justa e piedosa. Os santos de Deus são homens e mulheres lavados, redimidos no sangue de Cristo, prontos a darem a sua publica profissão de fé. Somos cristãos pela graça de Deus que salva e que santifica, que nos habilita a vivermos uma vida semelhante à de Cristo. A relevância da obra de Cristo nos torna relevantes como crentes neste mundo.

A graça de Deus salvadora nos educa para a esperança concretizada pela obra consumada de Cristo em nossa história e na História. O Verbo que se fez carne entrou em nossa história e deu sentido e direção ás nossas vidas. A glória de Cristo é a glória do nosso testemunho contundente neste mundo. Somos chamados a vivermos uma vida consagrada a Deus como um culto lógico ou racional (Rm 12.1,2). A nossa conformidade com Cristo levou-nos à inconformidade em relação ao o mundo. Pela graça de Deus, agora é Cristo em nós, a esperança da glória (Cl 1.27). Cristo agora é TUDO em nós (Cl 3.11). Somos filhos de Deus, vivendo sempre debaixo da Sua graça com o objetivo de transformar o mundo. Bendita graça salvadora, educadora e transformadora!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.