PERDOAR

Está no modo infinitivo. É um verbo do Deus que perdoa em Cristo Jesus (2 Co 5.18-20).

Perdoar não porque temos mérito, mas por causa de Cristo Jesus, Salvador e Senhor nosso.

Ofender é humano, mas perdoar é divino. Ferir maldosamente é humano, mas curar bondosamente é divino.

Com Jesus aprendemos a amar, perdoar, levantar e encorajar.

Perdoar está no infinitivo, é um verbo do Deus Infinito. Que não tem limites. Ele nos ama com amor infinito.

Ele nos buscou com um amor incondicional. A Sua graça é melhor do que a vida.

A Sua justiça é perfeita, a Sua graça abundante e o Seu amor é incomparável.

Em Cristo, conjugamos o verbo perdoar. Nós o fazemos por causa dEle.

Todos os dias precisamos pedir ao Senhor para nos ensinar a perdoar com o perdão de Cristo Jesus.

O perdão é de Deus. Deus em Cristo nos garantiu o perdão pela obra na cruz e na ressurreição.

Quando morremos com Cristo na cruz e ressuscitamos com Ele, somos capazes de perdoar.

Perdoar é singelo, terno, interno, externo porque vem de um Deus eterno.

Perdoar traz cura, alegria, simpatia, sinergia, sintonia e sinfonia.

Perdoar traz unidade, serenidade e ternura. Perdoar produz paz entre os semelhantes.

Perdoar é necessidade, liberado com intensidade e vivenciado com serenidade.

Perdoar traz festa, celebração e interação.

Perdoar traz paz para a consciência.

Como é precioso perdoar com o perdão de Cristo!

Perdoar é bálsamo. Refrigério.

Pai, ensina-nos a perdoar para a Glória do Teu próprio nome.

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.