PATERNIDADE RESPONSÁVEL

O acidente no zoológico em Cascavel, no Paraná, quando um menino, acompanhado pelo pai, resolve brincar com o tigre e tem o seu braço dilacerado e o perde, revela a irresponsabilidade do seu progenitor e de outros que ali estavam. A paternidade responsável é aquela que impõe limites, educa dentro de princípios éticos e acompanha de perto. Ensina e dar o exemplo. Palavras e ações são coerentes. Os filhos reconhecem a autoridade do pai quando este dá o exemplo, revela coerência. Há pais que perderam a autoridade diante dos filhos. São muitas vezes achincalhados por estes. Querem exercer o autoritarismo e não a autoridade. Querem educar no grito e não na voz mansa e humilde. São ditadores e não facilitadores e educadores.

Nas Escrituras vemos que Josué e Eli revelam o contraste entre um pai que tem autoridade, estabelece o tom dentro de casa, e o que perde o controle e os filhos passam a determinar, mandar e a causar vergonha. Josué disse claramente: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24.15). Eli, por sua vez, recebeu do Senhor a seguinte palavra: “Eli, por que você honra os seus filhos mais do que a mim, deixando que eles engordem, comendo a melhor parte de todos os sacrifícios que o meu povo me oferece? (1 Samuel 2.29). Aqui podemos notar a grande diferença entre uma paternidade responsável e uma paternidade irresponsável.

Não podemos como pais, em hipótese alguma, seguir o exemplo de Eli em sua paternidade, mas devemos imitar o exemplo belíssimo de Josué que amava profundamente o seu Senhor. Este honrou o Senhor enquanto aquele O desonrou. O Senhor era o centro da vida e da família de Josué, mas não o era na vida e família de Eli. Deus nos chama à paternidade responsável que é caracterizada pelo amor, pela verdade, justiça, integridade, sinceridade, pelo zelo, serviço, pela solidariedade, pelo respeito e pela misericórdia. Deus, nosso Pai, é o exemplo perfeito de paternidade responsável, séria e comprometida em formar caráter íntegro em nós, Seus filhos tão amados. Por esta razão, Paulo ensina: “Sejam imitadores de Deus como filhos amados e andem em amor como Cristo nos amou e a Si mesmo se entregou por nós, como uma oferta de perfume agradável e como um sacrifício que agrada a Deus” (Ef 5.1,2). Sejamos pais responsáveis comprometidos com a Glória de Deus Pai!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

1 comentário em “PATERNIDADE RESPONSÁVEL”

  1. Pr Jacob, fui a visitante 23.396! rsrsrs
    Gostei muito desse texto e estou até pensando em compartilha-lo com a Igreja domingo pela manhã.
    Parabéns pela organização. Estarei sempre por aqui, como leitora e quero ir mais além – se me permite – acrescentar alguns textos meus também, se for de sua concordância.
    Um abraço fraternal em Cristo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.