CORAÇÃO PURO.

Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto” (Sl 51.10)

Senhor, o rei Davi estava absolutamente certo de que só Tu podes criar em nós um coração puro e renovar em nós um espírito reto, inabalável. Acertou em cheio quando reconheceu que o perdão vem de Ti. Perdoas todo o que crê no evangelho da graça, na obra perfeita do Cristo perfeito na cruz e na ressurreição. Pai Nosso, somos Teus filhos muitas vezes desobedientes e nos rebelamos contra a Tua vontade. Não Te agradas quando andamos fora do Teu querer. Sabemos pela Revelação da Tua Palavra que a Tua vontade é boa, agradável e perfeita (Rm 12.2). Que abandonar, por um só momento que seja, o nosso lugar de repouso com Ele, significa tropeçar e manchar o nosso testemunho na terra.

Tu nos fazes reconhecer que sem Ti não vencemos o pecado, nosso egoísmo e a nossa presunção! Revelaste a Salomão que devemos guardar o coração porque dele procedem as saídas da vida (Pv 4.23). Disseste ao profeta Jeremias que “o coração é enganoso e incurável, mais que todas as coisas; quem pode conhecê-lo? Eu, o Senhor, examino a mente e provo o coração, para retribuir a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações” (Jr 17.9,10). Então, não podemos vencer a nossa natureza humana, natureza de Adão, que é má, vil, sem Jesus Cristo. No caso de Davi, Tu mandaste o Teu profeta Natã, homem corajoso, intrépido e ousado, para denunciar o seu pecado, a sua desobediência, quando cometeu adultério com Bate-Seba. O rei, Senhor, após ouvir a palavra profética, se arrependeu profundamente e escreveu o Salmo 51 como uma confissão belíssima ao Senhor! Que Salmo, Pai, ao reconhecer que Tu és o Deus de amor e Te agradas de um coração quebrantado e contrito! Tu não o desprezas. Tu és sempre Fiel, ainda que sejamos infiéis! Que Salmo precioso, Senhor! Que verdades absolutas para o nosso coração tão combalido!

Precisamos de um coração puro e de uma mente em conformidade com as Escrituras como ensinou o apóstolo Paulo aos irmãos de Filipos: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Fil 4.8). Pai, faze o nosso coração e a nossa mente descansarem em Ti! O segredo do cristão está na sua paz, no seu descanso em Cristo. Pai, queremos ser santos em todo o nosso procedimento como Tu és Santo (1 Pe 1.16). Precisamos da Tua sabedoria para o nosso viver diário! (Tg 1.5).

Necessitamos da Tua graça que nos basta, nos é suficiente, porque o Teu poder se aperfeiçoa em nossa fraqueza (2 Co 12.9,10). Um coração puro e inteiro para Ti, está isento do domínio da maldade, e de sentimentos confusos. Por misericórdia, Senhor, toma o nosso coração e o sensibilize para ouvir a Tua doce voz. Que o Teu Espírito trabalhe fortemente em nós! Certamente, Senhor, um coração puro há de nos fazer muito bem, testemunhar a nossa fé na suficiência de Cristo e glorificar o Teu Santíssimo Nome!!!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.