A MARCA DISTINTIVA DO CRISTÃO

Esta é a marca distintiva do cristão – a experiência da Cruz. Não apenas que Cristo morreu por nós, mas que nós morremos com Ele. Sabendo isto: que foi crucificado com Ele o nosso velho homem” (Rm 6.6).

Este é um texto muito precioso, pois fala de uma vida liberta do domínio do eu ou ego pela obra de Cristo na cruz e na ressurreição. De complicados, fomos, em Cristo Jesus, simplificados. O Senhor nos tornou pessoas simples, facilitadoras e relacionáveis em amor. O nosso velho homem não mais domina, mas, sim, o nosso novo homem em Cristo Jesus (2 Co 5.17). A nossa marca é a de Cristo – do amor, da humildade, da mansidão e do perdão. Todos os nossos relacionamentos são marcados por estes traços distintivos a partir de Cristo Jesus, nosso Salvador e Senhor. Pertencemos a Ele por direito de criação (pois sem Ele nada do que foi feito se fez, João 1.3; Col 1.15-17) e de redenção (Ef 1.7). Somos pessoas felizes, bem resolvidas, contentes em toda e qualquer situação. Aprendemos a descansar nAquele que tudo pode (Fil 4.13).

Que coisa maravilhosa sabermos que Deus nos alcançou com a Sua graça (“pois graça é Deus dando e fazendo tudo a quem nada merece”)! Somos agora pessoas graciosas e dispostas a viver em paz com o nosso próximo. Temos prazer nos relacionamentos. Aprendemos a respeitar as pessoas. A compreendermos que não somos iguais em temperamento e em formação. O que distingue o cristão do não cristão é a sua capacidade de amar o próximo com amor fraternal, preferindo-o em honra (Rm 12.10). Fomos aceitos no Amado e temos prazer em aceitar o nosso próximo como ele é, sabendo, contudo, que Deus fará a obra no coração, de transformação pelo evangelho (Ef 1.6). É impressionante o amor de Deus em Cristo Jesus!

Um homem ou uma mulher que teve a experiência de crucificação há de revolucionar positivamente o seu contexto. Aqueles que morreram com Cristo na cruz têm facilidade em aceitar, perdoar e fazer a celebração. O prazer do cristão genuíno é agradar o seu Senhor. As suas entranhas fervilham de amor pelo Senhor e pelo próximo. É muito bom vivermos com os crucificados, mortos e ressurretos com Cristo. Eles não são problema, mas solução. Não são pessoas implicantes, hipócritas, maledicentes, antipáticas, invejosas, maldosas. São pessoas amorosas, sábias, empáticas, simpáticas, autênticas, perdoadoras, bondosas e solidárias. O Pai tem prazer naqueles que O obedecem. Que a nossa marca distintiva seja a nossa crucificação, morte e ressurreição com Cristo. Identificação perfeita com Ele. Isto só é possível pela fé na obra perfeita do Cristo perfeito na cruz. Nisto o Pai é glorificado!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

2 comentários em “A MARCA DISTINTIVA DO CRISTÃO”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.