A VIDA DEVE SER UM LOUVOR A DEUS

A vida é um dom, presente, dádiva de Deus na Pessoa de Cristo. Como dom, não é merecimento. É algo recebido. Nós estamos na contramão de um mundo que enaltece e privilegia o mérito. Que exalta da força do homem. Que busca desenfreadamente o poder pelo poder. O nosso viver deve ser sempre um louvor a Deus. Louvor é exaltação a Deus por quem Ele é. Aprecio muito o que diz o poeta sacro: “O meu louvor é fruto do meu amor por Ti, Jesus, de lábios que confessam o teu nome; é fruto de tua graça e da paz que encontro em ti e do teu Espírito que habita em mim”.

Louvor é muito mais do que cântico. É o conjunto de tudo o que somos e fazemos para Deus em Cristo Jesus, na Sua mediação e suficiência. Louvar a Deus é expressar gratidão pelo dom da tão grande salvação em Cristo Jesus, pela vida diária, pelo alimento, pela provisão, pela proteção, por podermos ser usados por Ele. Gratos pelo trabalho, pela capacidade que nos é concedida por graça. Gratos pela existência da Igreja, da obra missionária e pelas manifestações dos feitos poderosos de Deus na História. Gratos por Sua Revelação, pela Bíblia, Sua Palavra, que é alimento, direção, consolo e encorajamento. Que revela, acima de tudo, o Deus Criador e Autor da nossa salvação. O nosso bondoso Pai.

O nosso cântico para o Senhor é apenas uma parte do louvor. Precisamos reconhecer diariamente que toda boa dádiva e todo o dom perfeito vem do Pai das luzes em quem não há sombra de variação (Tg 1.17). Os salmistas produziram salmos de louvor reconhecendo a Grandeza de Deus, a Sua Majestade, a Sua Justiça e os Seus feitos poderosos. Louvaram a Deus pela natureza tão linda criada por Ele. Eles O louvaram pelo Seu cuidado diário. Pelas vitórias alcançadas. Pela beleza da Sua santidade. É impressionante a sensibilidade dos salmistas! A sua profundidade em louvar a Deus por Sua criação. Sabemos que Deus é amor (1 João 4.8). Ele é justo em todos os Seus caminhos e benigno em todas as Suas obras (Sl 145.17). Deus está perto e não distante daqueles que O louvam de todo coração (Sl 145.18). Louvemos a Deus por quem Ele é, por tudo o que somos e temos recebido de Sua parte! Que Ele seja glorificado em nosso louvor!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, seu pastor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.