NÃO DESPERDICE SEU CÂNCER!

Por JOHN PIPER

Eu escrevo isto na véspera de uma cirurgia para tirar minha próstata. Eu acredito no poder de Deus para curar, tanto pelo milagre, como pela medicina. Eu creio que é bom e correto orar para que ocorram os dois tipos de cura. O câncer não é desperdiçado quando é curado por Deus. Ele recebe a glória e é por isso que o câncer existe. Então, não orar pela cura pode significar o desperdício do seu câncer, embora a cura não seja o plano de Deus para todos os pacientes. Há muitas outras maneiras de você desperdiçar o seu câncer. Eu estou orando por mim e por você, para que não desperdicemos a nossa dor.

1. Você desperdiçará seu câncer se você não acredita que este câncer foi feito sob medida para você por Deus.

Não dá para dizer que Deus apenas usa o nosso câncer, mas não o designa. Tudo o que Deus permite, Ele permite por uma razão. E essa razão é plano dele. Se Deus de antemão conhece o desenvolvimento molecular que produz o câncer, Ele tem toda a capacidade de fazê-lo parar ou não. Se Ele não o faz parar é porque Ele tem um propósito. Sendo que Ele é infinitamente sábio, faz todo o sentido chamar esse propósito de projeto seu. Satanás é real e causa muitas desgraças e dores. Mas ele não é o último. Quando ele afligiu Jó com úlceras malignas (Jó 2.7), Jó as atribuiu a Deus (Jó 2.10), e o autor inspirado concorda: “Eles o consolaram e o confortaram por todas as tribulações que o Senhor tinha trazido sobre ele” (Jó 42.11). Se você não acredita que seu câncer foi feito sob medida para você por Deus, você vai desperdiçá-lo.

2. Você desperdiçará seu câncer se você acredita que é uma maldição e não uma bênção. “Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus” (Rm 8.1).

“Cristo nos redimiu da maldição da lei quando se tornou maldição em nosso lugar” (Gl 3.13). “Não há magia que possa contra Jacó, nem encantamento contra Israel” (Nm 23.23). “O Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor concede favor e honra; não recusa nenhum bem aos que vivem com integridade” (Sl 84.11).

3. Você desperdiçará seu câncer se você procura consolo em suas probabilidades ou na sorte e não em Deus.

O plano de Deus com seu câncer não é para treinar você no pensamento racionalista das suas probabilidades. O mundo recebe consolo em suas probabilidades. Não o crente. “Alguns confiam em carros (percentagem de sobrevivência) outros em cavalos (efeitos colaterais do tratamento), mas nós confiamos no nome do Senhor, o nosso Deus” (Sl 20.7). O plano de Deus é claro em 2 Co 1.9: “De fato, já tínhamos sobre nós a sentença de morte, para que não confiássemos em nós mesmos, mas em Deus, que ressuscita os mortos.” O alvo de Deus com o seu câncer (entre mil outras coisas boas) é tirar a nossa confiança em outras coisas que não seja nele.

4. Você desperdiçará seu câncer se você recusa pensar em morte.

Todos nós morreremos se Deus retardar a sua volta. Não pensar em como vai ser sair desta vida e encontrar-se com Deus é tolice. Eclesiastes 7.2 diz: “É melhor ir a uma casa onde há luto (um funeral) do que a uma casa em festa, pois a morte é o destino de todos; e os vivos devem levar isso a sério!” Como você vai levar isso a sério se você se recusa a pensar nisso? Em Salmos 90.12, lemos: “Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso coração alcance sabedoria.” Contar os nossos dias significa pensar que são poucos e que nossa vida vai terminar na terra. Como você vai alcançar um coração sábio, recusando-se a pensar na brevidade da sua vida? Que desperdício se nós não pensamos em nossa morte.

5. Você desperdiçará seu câncer se você pensa que vencê-lo significa mais permanecendo vivo do que apreciando a Cristo.

Os propósitos de Satanás e de Deus com seu câncer não são os mesmos. Satanás deseja destruir seu amor a Cristo. Deus deseja que seu amor a Cristo cresça. O câncer não vence se você morre. Ele vence se você não ama a Cristo mais que antes. O propósito de Deus é desmamar-nos do peito do mundo para nos dar um banquete da suficiência de Cristo, a fim de que sintamos e digamos: “Mais do que isso, considero tudo como perda, se comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor”. E então saber que “para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Fp 3.8, 1.21).

6. Você desperdiçará seu câncer se você passa mais tempo lendo sobre seu câncer do que lendo sobre Deus.

Não está errado saber sobre câncer. Não há virtude na ignorância. Mas a tendência de procurar saber mais e mais sobre o nosso câncer e, ao mesmo tempo, descuidar do zelo de conhecer a Cristo mais e mais, é um dos sintomas da incredulidade. O propósito do câncer é o de nos acordar para a realidade de Deus. É para colocar sentimento e força no mandamento bíblico: “Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-lo” (Os 6.3). É para nos acordar para a verdade de Dn 11.32: “…mas o povo que conhece o seu Deus resistirá com firmeza”. É para fazer de nós carvalhos inabaláveis e indestrutíveis: “…sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera!” (Sl 1.2). Que desperdício do câncer se lemos dia e noite sobre câncer e não sobre Deus.

7. Você desperdiçará seu câncer se você permite que ele faça de você um recluso, em vez de aprofundar seus relacionamentos com mais afeto.

Quando Epafrodito levou as doações da igreja em Filipos para Paulo, ele ficou doente e quase morreu. Paulo diz aos filipenses: “…ele tem saudades de todos vocês e está angustiado porque ficaram sabendo que ele esteve doente” (Fp 2.26). Que reação incrível! O texto não diz que ele estava angustiado porque estava doente, mas que estava angustiado porque sabia que eles haviam ouvido que ele estava doente. Esse é o tipo de coração que Deus está procurando por intermédio do seu câncer: alguém que tenha grande amor pelas pessoas. Não desperdice seu câncer, recolhendo-se para dentro de si mesmo.

8. Você desperdiçará seu câncer se você se entristece como aqueles que não têm esperança.

Paulo usou a seguinte frase para se referir àqueles que já perderam alguns de seus entes queridos: “Não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança” (1 Ts 4.13). Há uma tristeza na hora da morte. Mesmo para o crente que falece, ocorre uma perda temporária: perda do corpo, perda de amados que permanecem aqui, perda de ministério… Mas a nossa tristeza é diferente. Ela é cheia de esperança. “Assim, temos confiança e preferimos estar ausentes do corpo e habitar com o Senhor” (2 Co 5.8). Não desperdice seu câncer, sentindo a tristeza que sentem aqueles que vivem sem esperança.

9. Você desperdiçará seu câncer se você trata o pecado tão casualmente como antes.

Seus pecados que afligem você constantemente são tão atraentes como eram antes de você desenvolver o câncer? Se assim for, você está desperdiçando o seu câncer. O propósito do câncer é destruir o seu desejo de pecar. Orgulho, avareza, lascívia, ódio, falta de perdão, impaciência, preguiça, procrastinação – todos esses são os adversários que o câncer deve atacar. Não pense apenas em atacar o câncer. Pense também em atacar com o câncer. Todas essas outras coisas são piores do que câncer. Use o poder do câncer para vencer esses inimigos também. Deixe que o sentimento de eternidade faça com que os pecados temporais pareçam tão fúteis como de fato são. “Pois que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se ou destruir a si mesmo?” (Lc 9.25).

10. Você desperdiçará seu câncer se você não o usa como um testemunho da verdade e da glória de Cristo.

Crentes nunca estarão em qualquer lugar por acidente divino. Há razões para estarmos onde estamos. Considere o que Jesus falou sobre circunstâncias não planejadas, mas dolorosas: “Mas antes de tudo isso, prenderão e perseguirão a vocês. Então os entregarão às sinagogas e prisões, e vocês serão levados à presença de reis e governadores, tudo por causa do meu nome. Será para vocês uma oportunidade de dar testemunho” (Lc 21.12,13). É assim também com o câncer. Será para você uma oportunidade de dar testemunho. Cristo é infinitamente digno. Aqui está a sua oportunidade de mostrar que Ele é mais digno do que a vida. Não desperdice essa oportunidade. Lembre-se: Você não está sozinho. Você terá a ajuda necessária. “O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus”.

(Extraído do Site da ADIBERJ – Associação dos Diáconos Batistas do Estado do Rio de Janeiro)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.