MÃE

Mulher que ama e se entrega. Sofre muitas vezes calada. Mulher de fibra, disposta a dar a sua vida pelo filho. Trabalha fora e, muitas vezes, cuida também da casa. É de fora e do lar. Só a mulher sabe muito bem fazer estes dois papéis. Mulher que ama e se entrega para tornar o lar melhor. Sábia, edifica a sua própria casa. Mulher de suor, sangue e lágrimas. Incompreendida, que ama os filhos rebeldes e que não faz acepção. Importa-se com o sofrimento do filho, sentindo duramente com ele. Sempre presente nos ganhos e perdas; nas alegrias e tristezas, nas tempestades e na bonança. Amiga a toda a prova.

Acompanha com muita atenção o crescimento dos filhos. Gera o filho com dor e a sente durante a sua educação. Como mulher cristã, forma o caráter de Cristo nos seus filhos. Ela é a harmonia do lar. Que mulher tão doce! Que mulher cheia de graça! Que mulher tão sensível num mundo tão insensível! Tão generosa num mundo tão egoísta! Que se entrega num mundo que retém. Serviçal num mundo que quer ser servido. Estas características são da verdadeira mãe, que sabe equilibrar o ministério de mãe e esposa. Que as mães da Bíblia e as mais recentes que deram o seu testemunho cristão sejam uma inspiração para as mães de hoje. Que haja um reconhecimento acerca do Deus gracioso! Que cada mãe, criada por Deus, viva para abençoar os filhos, a família e, acima de tudo, para a Glória Dele.

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.