SOLITUDE

 

Solitude é refletir no silêncio.

Buscar o profundo longe do movimento intenso deste mundo.

Estar no centro tranqüilo.

Pensar em Deus, pensar na vida e pensar no outro.

Buscar nas observações o texto para compor a vida.

A vida deve ser intensa, caminhando por entre rosas e espinhos.

Experimentar o sofrimento sem lamento.

Olhar para o passado como aprendizado, para o presente como oportunidade e para o futuro como promessa do Pai com serenidade e confiança.

Oportunidade para o crescimento.

Caminhar olhando para o alvo, tendo norte.

Trabalhar de coração para compor a cada dia uma nova canção.

Ter atitudes e atos coerentes para servir às gentes.

Viver um amor extravagante, uma comunhão exuberante, uma gratidão constante e um testemunho cativante.

Não é viver para si mesmo, mas aprender a servir o outro, ser como o Mestre, que lavou os pés dos Seus discipulos e serviu com a sua própria vida na cruz..

Precisamos de solitude que produza descanso e afeto.

Tempo para Deus, para mim e para o outro.

Buscar este tempo é o desafio da solitude, é o desafio do amor, da vida em Deus.

 

Oswaldo Luiz Gomes Jacob

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.