Olhai para mim

Esta é a ordem de Deus para todos os que crêem na suficiência dEle (Is 45.22). Foi ouvindo este verso numa noite fria de Londres que Charles Haddon Spurgeon, considerado o príncipe dos pregadores, se converteu. Creio que todos nós tivemos uma forte experiência com a suficiente Palavra de Deus. Ela é alimento, direção e segurança. Jesus determinou que a examinássemos (João 5.39). A Palavra de Deus tem poder para confrontar o pecador com a justiça e o juízo de Deus em Cristo Jesus. O eunuco, administrador da rainha de Candace, na Etiópia, estava lendo Isaias 53 quando Deus ordenou a Filipe, o evangelista, que se aproximasse dele e expusesse o texto (At 8.26-40). Aquele homem se converteu e foi batizado, voltando jubiloso para a sua terra. O Senhor ordena ‘olhai para mim’ – para o meu amor, minha graça, meu perdão, minha justiça, minha misericórdia e minha santidade. A promessa é “sereis salvos”. A Sua promessa sempre se cumpre de forma plena, absoluta. A salvação está no amor do Pai por meio do Filho na operação do Espírito Santo. Ela opera no coração enganoso e perverso (Jr 17.9,10).

Pedro e João ordenaram ao paralitico, que diariamente pedia esmolas na porta do templo chamada formosa, que olhasse para eles (At 3.4). Mais adiante eles disseram: “Nós não temos prata e nem ouro, mas o que temos nós te damos, em nome de Jesus, o Nazareno, levanta e anda. Aquele homem se levantou e andou. Eles invocaram o poder do Salvador Jesus. O paralitico creu na Pessoa e na Obra de Cristo, o Senhor. O homem só pode ser salvo quando olha para o Senhor pela fé. Sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6). O justo – aquele que é perdoado pela obra de Cristo na cruz – viverá pela fé (Rm 1.17).  Você quer ser salvo? Então, olhe para o Senhor. Antes de você olhar para Ele pode ter a certeza de que Ele já olhou para você. Antes de Natanael ser chamado por Filipe para ver a Cristo, este já o havia visto. “Vendo Natanael aproximar-se, Jesus referiu-se a ele, dizendo: Este é um verdadeiro israelita, em quem não há fingimento! E Natanael perguntou-lhe: De onde me conheces? Respondeu-lhe Jesus: Antes que Filipe te chamasse, eu te vi, quando estavas debaixo da figueira. Natanael respondeu: Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o rei de Israel” (João 1.47-49). O olhar dEle é profundo, sondador, confrontador, libertador e vocacional. Quando Pedro negou o Senhor Jesus, este fixou os olhos nele e houve um copioso choro daquele que disse que não o negaria. O olhar de Jesus foi fundamental na vida de Pedro. Nunca mais ele foi o mesmo. Foi um olhar essencial. Um olhar para a mudança. Para uma transformação radical. Basta olhar para o Senhor. Basta confiar nEle. Ele diz com amor: “Olhai para mim e sereis salvos, vós, todos os confins da terra; porque eu sou Deus, não há outro” (Is 45.22). Este é o recado curto, objetivo para o seu coração.

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor

1 comentário em “Olhai para mim”

  1. Marcos Lopes dos Santos (seminarista)

    Quando despirmo-nos de nosso orgulho e altives,conseguiremos ver as pessoas como Cristo as vê. O olhoar do Mestre nos inspira a compaixão e numa introspecção muda o foco de nossa visão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.