Sala de Espera

Encontrava-me na sala de espera do CTI da Santa Casa de Misericórdia de Barra Mansa (RJ) na expectativa de visitar  um irmão. A notícia que recebi foi que ele não estava mais reconhecendo as pessoas após ter sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral) seguido de infarto. Tinha apenas 60 anos de idade. Tão novo e com a saúde tão complicada! Veio a  falecer no dia seguinte.

Enquanto aguardava a visita, era impelido a refletir acerca da vida e da morte, da nossa vulnerabilidade. Como somos tão transitórios e tão frágeis! De uma hora para outra podemos ficar doentes. É assim o nosso corpo e a nossa vida. Fazemos planos, mas não sabemos o que acontecerá no futuro. Tiago, irmão do Senhor, é muito claro na sua percepção acerca da efemeridade da vida: “Ouçam agora, vocês que dizem: ‘Hoje ou amanhã iremos para esta ou aquela cidade, passaremos um ano ali, faremos negócios e ganharemos dinheiro’. Vocês nem sabem o que lhes acontecerá amanhã! Que é a sua vida? Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa. Ao invés disso, deveriam dizer: ‘Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo’. Agora, porém, vocês se vangloriam das suas pretensões. Toda vanglória como essa é maligna”. (Tg 4.13-18 NVI).

Diariamente somos tomados pelo nosso sentimento de arrogância e não nos apercebemos o quanto somos ínfimos diante da complexidade da existência. A realidade do sofrimento deve nos levar a uma dependência absoluta de Deus. “Simão Pedro lhe respondeu: “Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna.” (João 6.68 NVI). Não temos outra alternativa senão colocarmos a nossa confiança nAquele que nos presenteou com a vida e cujas misericórdias se renovam a cada dia. 

Diante dos pequenos e grandes problemas da vida resta-nos olhar, pela fé, para Cristo – a nossa suficiência. Sabemos que nada nos poderá separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus nosso Senhor (Rm 8.39). Então, devemos reafirmar a nossa confiança na fidelidade de Deus. Ele é sempre Fiel a Si mesmo. A Sua vontade é imutável. O Seu amor incomparável. A Sua justiça perfeita. Que bom sabermos que os olhos do Pai estão em nós e os Seus braços nos afagando com o Seu terno amor.

2 comentários em “Sala de Espera”

  1. Um sentimento de arrogância, que muitas vezes tem conduzido pessoas(“crentes”) a um caminho tão perigoso que se esquecem da sentença das Sagradas Escrituras…registrada em Tiago. Não obstante, é bom lembrar aqueles que maltratam seu pastor tomando uma posição de soberba, um diaconato que foi instituido para servir mas fazem sangrar o coração daquele que foi separado para o ministério da Palavra… que eles possam ler salmos 105:15

  2. Somente quando nos aproximamos da morte, quer pessoalmente ou através de outras pessoas, nos damos conta dessa fragilidade. Mal sabemos que ela está à nossa porta dia a dia assim como o pecado.
    Obrigada pastor por deixar Deus usá-lo para nos alimentar, nós ovelhas famintas num pasto tão mirrado…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.