// você está lendo...

Sem categoria

O SENTIDO DA VIDA

Uma base fraca torna a construção insegura e fadada ao fracasso. O sentido da vida não deve ser nunca material. Esse sentido não está em dinheiro, bens, cultura, status, beleza, posição, poder. Todas essas coisas são efêmeras. Elas desaparecem com o tempo porque estão submetidas ao aqui e agora. Jesus mesmo ensinou que a vida de um homem não consiste nos bens que ele possui (Lucas 12.15).

Quantas vezes perdemos a saúde ganhando dinheiro e o perdemos tentando recuperar a saúde. Ficamos sem a família porque adoramos os deuses do ativismo e das riquezas. Quantas vezes perdemos amizades por causa de inveja, disputa de cargos, intrigas e tantas outras atitudes nefastas, despidas de caráter íntegro. Quanta ansiedade, preocupação por causa de bens materiais! Jesus nos ensinou belíssimas lições em Mateus 6.19-34 (Vale muito a pena meditarmos nesse texto).

O sentido da vida não está nesta terra, mas no céu. Não consiste em buscarmos as coisas de baixo, desta terra, mas de cima, do céu, onde Cristo está assentado à direita do Pai (Colossenses 3.1-4). O sentido da vida está em Cristo Jesus, na vida eterna que Ele nos garantiu nos redimindo, libertando-nos da morte eterna (João 5.24; 10.28). A Sua morte e a Sua ressurreição formam uma obra redentora suficiente. NEle nos movemos e existimos. Sem Ele nada do que foi feito se fez (João 1.3). Nele está a vida. Cristo é TUDO o que precisamos (Colossenses 3.11).

O sentido da vida está na vida dele por nós na cruz. Esse sentido é a segurança do amor de Deus que está em Cristo, nosso Senhor e Salvador, que arrebentou os grilhões da morte (Romanos 8.38,39; 1 Coríntios 15). Em Cristo Jesus, vencemos o medo da morte. Sabemos que as coisas que vemos um dia acabarão, mas Cristo, que não vemos com os olhos físicos, mas O vemos com os olhos da fé, é indestrutível, eterno, infinitamente acima do tempo, espaço, nos mundos visíveis e invisíveis. Ele jamais acaba. Aquele que venceu a morte é o verdadeiro sentido da vida.

Paulo nos ensina que se esperarmos somente por esta vida terrena, somos os mais infelizes de todos os homens (1 Coríntios 15.19). Nada levamos daqui. Cristo Jesus, portanto, é a nossa segurança absoluta. Nele, somos mais que vencedores (Romanos 8.37). O sentido da vida é Cristo em nós, a esperança da glória (Colossenses 1.27).

Oswaldo Luiz Gomes Jacob

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente