// você está lendo...

Sem categoria

ESTUDO EM HABACUQUE – 1 – 07.07.2020

Tema: Até quando, Senhor…?

Texto: Habacuque 1.2

INTRODUÇÃO (1) – 1.1-4

a. O contexto de Habacuque

ü Seu ministério ocorreu pouco antes da primeira invasão de Judá por Nabucodonozor em 606-605 a.C, quando Daniel e os outros jovens foram levados para a Babilônia.

ü Habacuque foi comissionado a anunciar a intenção divina de punir Judá com a futura deportação para a Babilônia. O rei de Judá da época, Jeoaquim, é descrito pelo profeta Jeremias com as seguintes palavras: “os teus olhos e o teu coração não atentam, senão para a tua ganância, e para derramar sangue inocente, e para levar a efeito a violência e a extorsão (Jeremias 22.17; cf. Habacuque 1.2-4ce 2 Reis 23.34 – 24.5).

ü Segundo Ryrie, o livro consiste numa teodiceia, uma defesa da bondade e do poder de Deus em vista da existência do mal.

b. O significado do nome do profeta

ü Abraçador, talvez expressando seu amor por Deus.

ü Geralmente o nome dos profetas e dos líderes em geral de Israel estava ligado à sua missão. Abraão, por exemplo, significa “pai elevado”; “pai de uma grande nação”. Isaias significa “salvação do Senhor” ou “Jeová é salvação”.

c. As palavras-chave do livro, Cap. 1

ü Sentença – peso, oráculo

ü Violência, 1.2.

ü Frouxidão (da lei), fica paralisada, 1,4.

ü Justiça que nunca se manifesta (injustiça); justiça é torcida

ü Perverso

ü Caldeus, povo semita que assumira o controle do império babilônico; o Senhor os suscita, 1.6.

ü Escarnecer (escarnecem dos reis)

ü Poder (é o seu deus)

ü Juízo (o Senhor o executa)

ü Calar de Deus (v.13).

ü Matando sem piedade (v.15)

ü Vigiarei (2.1). A resposta do profeta.

d. Lições práticas de valor permanente

ü Vivemos um tempo de angústia e parece que Deus não responde às nossas demandas; vejamos 1.12. Se Deus é eterno, por conseguinte é imutável. O Deus santo não permitiria o extermínio do Seu povo, com os demais povos subjugados. O profeta bradou com fé: “Não morreremos” (1.12). Por que um Deus santo não contempla a miséria do seu povo? 1.14. Com ousadia Habacuque acusou o Senhor de tratar o Seu povo como meros peixes.

ü O pecado desestrutura a nação – corrupção, imoralidade, violência, injustiça, ganância, maldade, desconstrução do próximo … (vocês detonam os seus heróis);

ü Para muitos líderes da nação, o poder é seu deus;

ü Há três perguntas que o profeta faz a Deus: Toleraria o pecado da Babilônia? (v.13); Permitiria Ele que Judá fosse capturado como um peixe? (vv.14-16) Calar-se-ia o Senhor para sempre? (v.17).

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente

Links

Admin