// você está lendo...

Sem categoria

Deus é Soberano

Esta é uma verdade cristalina. Deus tem em Si mesmo todo poder nos céus e na terra (Mateus 28.18). Ele governa absolutamente nos mundos visível e invisível. Nada, absolutamente nada, escapa ao Seu pleno domínio. Amor, justiça, verdade, integridade, autoridade, sabedoria, santidade, poder são traços marcantes do Seu governo soberano. Toda a Escritura revela a Sua Majestade. O Seu Reino é eterno.

O Deus Soberano é o Deus Criador, Salvador e Sustentador de todas as coisas. Ele é o Autor da nossa salvação. Ele nos reconciliou consigo por meio de Cristo Jesus, e nos deu o ministério da reconciliação (2 Coríntios 5.18-20). Ele é o Pai pródigo, que esbanja amor, da parábola contada por Jesus (Lucas 15). O Deus Soberano é Transcendente (está muito acima de nós) e Imanente (está em nós e entre nós).  É onisciente, sabe TODAS as coisas. Conhece TUDO.

Ele é o Deus Santo, Santo, Santo (Isaías 6.1-8). Age no meio de nós pelo Seu Espírito. Ele deve ser adorado em Espírito e em verdade (João 4.24). É o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia (Salmo 46). A Sua vontade é boa, agradável é perfeita (Romanos 12.1,2). Ele é o Pai das luzes em quem não há sombra de variação (Tiago 1.17). O nosso Deus é imutável.

O Deus Soberano é provedor, protetor e encorajador a cada dia. Ele é o nosso Pastor e nada, absolutamente nada, poderá nos faltar (Salmo 23.1). Ele é o Pai em quem podemos descansar e esperar (Salmo 37.7). Temos dele o pão de cada dia. O Deus Soberano é Justo e Perfeito em todos os Seus caminhos, benigno em todas as Suas obras (Salmo 145.17,18). Os filhos do Deus Soberano são felizes porque têm um Pai presente, perfeitamente Bom, misericordioso, amoroso e infalível. É sempre muito bom lembrar que Deus é amor, a Sua natureza é amor (1 João 4.8).

O nosso Deus é amor e severidade. Corrige os Seus filhos porque os ama com um amor incondicional (Hebreus 12.6). Ele é Sublime, revestido de glória e majestade. Não está distante, mas está em nós, sobre nós, por nós, apesar de quem somos. Porque o Deus Soberano é o Deus de toda a graça. Esta graça nos basta.

O nosso Pai é suficiente. O nosso prazer deve sempre estar nEle. Devemos amar as pessoas como Ele nos amou. Perdoar como Ele nos perdoou em Cristo Jesus (Efésios 4.32). Confiemos diariamente nesse Deus Soberano. Ele não nos decepciona. O Seu amor por nós é infinitamente maior do que o amor de mãe (Isaías 49.15). Ainda que sejamos enfieis, Ele permanece fiel, pois não pode negar-se a Si mesmo ((2 Timóteo 2.13). O nosso Deus Soberano estava no início de todas as coisas e estará no fim de todas as coisas. Ele é, em Cristo Jesus, o Alfa e Ômega, o princípio e o fim (Apocalipse 1.8). Nada nos poderá separar do Seu amor que está em Cristo Jesus, nosso Senhor (Romanos 8.39).

Os governos humano e espiritual não podem exercer a sua autoridade se o Deus Soberano não quiser. Ele tem TODO o domínio. Ele é o Deus Soberano na vida, morte, pobreza, riqueza, saúde, doença, seja qual for a circunstância. Ele é sempre Deus. Aqui o nosso coração sossega.

O nosso Deus não está ausente, mas eternamente presente na vida dos Seus filhos amados. Vivamos debaixo desse Deus Soberano fazendo sempre a Sua vontade e dando a Ele sempre a glória (1 Coríntios 10.31). Ele é o Senhor. Curvemo-nos diante de Sua Majestade!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente