// você está lendo...

Sem categoria

CONSELHOS AOS JOVENS CRISTÃOS

Que prazer me dirigir a vocês, jovens, nesses dias tão difíceis, tumultuados e violentos! Vocês, especialmente, têm sido bombardeados por todos os lados com informações das mais variadas e tentados pelo inimigo de suas almas. Penso que é muito desafiador ser um jovem cristão genuíno nesses dias marcados pela desesperança e pelo caos em diversas áreas. Tomo a liberdade de lhes dar alguns conselhos que julgo apropriados para enfrentarem e vencerem todas as formas de erro.

O primeiro conselho é que tenham um compromisso com o Senhor Jesus Cristo. Este vem com a experiência do novo nascimento e com a submissão a Ele (João 3.1-8; Mateus 16.24-27). É a suficiência de Cristo Jesus, o Senhor, que lhes dará o poder, a força e a vitória sobre todas as formas de aliciamento do mundo, da carne e do diabo (1 João 2.15-17; Romanos 8.37). A nossa luta não é contra carne e sangue (força humana), mas sim contra principados e potestades, contra as hostes espirituais do mal (Efésios 6.10-20). Jesus mesmo nos alertou que o diabo veio para matar, roubar e destruir (João 10.10). Em Cristo Jesus, a nossa vitória está absolutamente garantida (Romanos 8.38,39). Mas o compromisso com Cristo Jesus é essencial para a vitória em várias áreas da vida.

O segundo conselho é honrar pai e mãe. Este é um mandamento com promessa (Êxodo 20.12; Efésios 6.2,3). Os pais são autoridade ordenada por Deus sobre os filhos. Os pais devem receber dos filhos amor, obediência e honra. Honrar pai e mãe significa dar um enorme valor a eles. Conferir a eles respeito, honra, cuidado e dignidade. A honra não depende de mérito dos pais, mas da ordem de Deus. Os filhos que honram a seus pais são muito abençoados por Deus. O Senhor não tolera filhos desobedientes, que desonram seus pais. Eles pagarão um altíssimo preço por sua rebelião, sua desobediência e falta de respeito.

O terceiro conselho é ser trabalhador. O trabalho não é castigo de Deus como consequência do pecado. Ele já existia, pois Adão e Eva cuidavam do jardim, da área designada por Deus para a subsistência deles (Gênesis 1.26-31). O trabalho dignifica o homem. Ele é altamente terapêutico. Somos filhos de um Deus que trabalha para aqueles que Nele esperam (Isaías 64.4). O homem não deve viver para trabalhar, mas trabalhar para viver com integridade. O trabalho honesto traz manutenção pessoal, para a família, faz muito bem a quem trabalha e traz progresso para a comunidade e para o Brasil. Sabemos que o suor, o cansaço, a preocupação do trabalho e as enfermidades decorrentes dele são fruto da desobediência do homem no início da Criação (Gênesis 3.17-19).

O quarto conselho é ser estudioso. O jovem aplicado aos estudos tem grande chance de prosperar na vida. Estudar é crescer mentalmente. Quando se adquire o conhecimento, este se torna um patrimônio muito valioso. Estamos na era do conhecimento, das tecnologias e do desenvolvimento sustentável. Quando estudamos crescemos profissionalmente. Tornamo-nos vetores do conhecimento para o progresso de uma sociedade e de um país. Monteiro Lobato já dizia: “Um país se faz com homens e livros”. Quando somos aplicados ao estudo, podemos sair na frente. Adquirimos a capacidade de ler, entender, escrever e falar melhor. Passamos a ser pessoas de vanguarda. Saímos de uma vida intelectual medíocre para uma vida de excelência. Mas o melhor estudo é o das Escrituras. Elas trazem crescimento espiritual, mental, ético e emocional (Salmos 119.97-105). O estudo e a aplicação das Escrituras à vida dos jovens trazem benefícios incomparáveis.

O compromisso com o Senhor Jesus Cristo, o honrar pai e mãe, o ser trabalhador e o ser estudioso nos tornam muito melhores. Sem dúvida, o compromisso com Cristo é a mais excelente delas e é base fundamental para uma vida bem-sucedida, proativa, criativa e comprometida com o bem do próximo. Jovens, aprofundem o compromisso com Cristo, desenvolvam mais amizade e intimidade com os seus pais, sejam trabalhadores responsáveis e competentes e busquem sempre a excelência em seus estudos e em tudo o que fazem, sempre para a Glória de Deus Pai (1 Coríntios 10.31)!

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pr.

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente