// você está lendo...

Sem categoria

COMO VIVER NUM MUNDO TÃO RUIM?

Esta é uma pergunta que precisa de uma resposta sábia, de acordo com a Palavra de Deus. Sabemos que a Bíblia sempre foi muito clara quanto ao mundo como um sistema escravizador perverso e destruidor de valores. João nos exorta: “Não ameis o mundo e nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procedem do Pai, mas do mundo. Ora, o mundo passa e a sua concupiscência, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre ” (1 João 2.15-17). Devemos amar as pessoas, mas não as suas práticas pecaminosas, seus vícios e influências danosas. Vivemos num mundo Pós-Moderno em que o sentimento, a ética baseada em si mesmo, nas suas escolhas, no seu próprio ego; a busca pelo prazer em si, não importando as conseqüências e implicações (basta se lembrar da Série da rede Globo: “Amores roubados”), são alguns dos seus traços bem nítidos.

Precisamos fazer uma leitura deste mundo à luz das Escrituras. Identificar tudo aquilo que trabalha contra nós, a família e a Igreja. Nós não estamos lutando contra carne e sangue, mas, sim, contra principados e potestades (Ef 6.10-20). É a luta contra um inimigo invisível, mas que se percebe em tudo que está aí: a violência; a corrupção; a pornografia; a prostituição; o adultério, divórcio; a rebelião dos jovens e adolescentes contra seus pais e os mais velhos e o estado de direito; as drogas; o crime organizado e os programas televisivos (como Big Brother Brasil) que vão destruindo os valores cristãos como o amor, a verdade, justiça, honestidade, integridade; pureza ,etc. Presenciamos as ditaduras do sexo, do poder corrupto e corruptor, bem como das drogas. Dias muito difíceis. O Senhor Jesus disse: ‘E, por se multiplicar a maldade, o amor de muitos esfriará” (Mt 24.12). É a verdade pura e simples de tudo o que estamos vendo. João declara que “somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno” (1 João 5.19).

Então, como viver neste mundo tão ruim? Algumas dicas. Valorize a sua vida devocional pessoal e familiar, procurando orar e meditar na Palavra todos os dias; evite a TV, especialmente novelas e filmes picantes; aprenda a usar o computador de modo que ele não se torne um vício; invista mais tempo na família, criando um clima de diálogo profundo, a conversa ao redor da mesa e no sofá; leia livros que edificam a sua vida; observe bem a natureza criada por Deus e se regozije nela, dando Glória a Deus; seja grato a Deus por tudo; ajude as pessoas nas suas necessidades, sendo um voluntário amoroso; viva uma vida de santificação, “sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12.14); testemunhe de Cristo onde quer que vá; participe ativamente das programações de sua igreja, sendo sempre pontual. E lembre-se: seja muito mais proativo do que reativo. Assim podemos viver neste mundo tão ruim sem perder a nossa identidade cristã, sendo sal e luz, influenciando, manifestando atitudes de atos de Jesus, nosso Salvador e Senhor para a Glória de Deus Pai (Mt 5.13-16).

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente