// você está lendo...

Sem categoria

Como vemos a Igreja de Cristo?

A resposta a esta pergunta definirá o nosso nível de compromisso. Se vemos a Igreja de Cristo como um clube de final de semana, uma reunião meramente comunitária, um grupo de amigos que se veem no final de semana pela manhã ou à noite, uma comunidade religiosa voltada para os ritos e uma comunidade voltada para o evangelho social, certamente o meu nível de compromisso é baixo. A igreja de Cristo deve ser vista e vivenciada como o Corpo vivo de Cristo, coluna e firmeza da verdade, assembleia dos santos, comunidade da graça, comunidade da aceitação do perdão e da festa, comunidade do socorro, comunidade evangelística e missionária, sal da terra e luz do mundo. Corpo vivo de Cristo, onde todos podem trabalhar com os seus dons (espirituais) e talentos (naturais).

Devemos ver a Igreja de Cristo como a comunidade do serviço amoroso, da adoração, do aprendizado das Escrituras, da comunhão fraterna e do testemunho fidedigno do evangelho de Cristo. A igreja de Cristo é constituída de membros comprometidos com o Senhor, uns com os outros e com a salvação do perdido. A maior aspiração da igreja é fazer a obra de Cristo a partir de um compromisso de vida e morte com Ele (Gl 2.20). A autêntica igreja de Jesus é constituída de membros comprometidos, crentes crucificados, mortos e ressurretos com Cristo (Rm 6.1-11). Crentes que amam trabalhar para o Senhor. Amam servi-lo com alegria e se apresentarem a Ele com cânticos (Sl 100.1,2).

A igreja é de Cristo e não dos homens. Jesus Cristo é o seu Salvador e o Seu Senhor. Ele a comprou com o Seu próprio sangue. A igreja é uma comunidade que vive na unidade do Espírito pelo vinculo da paz. Uma igreja reunida na adoração (nos templos e nas casas) e dispersa no evangelismo e na ação social. Ela utiliza todos os meios íntegros para revelar Cristo ao mundo. Devemos ver a igreja de Jesus como uma igreja acolhedora, facilitadora, empreendedora e aglutinadora.

Devemos olhar para a igreja de Cristo e vivenciar, pela fé, o seu crescimento em qualidade e em quantidade a partir do nosso testemunho contundente, corajoso e fervoroso. Ser igreja de Cristo é ser comprometida em todo o tempo. Devemos amar a igreja, orarmos e trabalharmos para a sua expansão. A igreja é um ambiente de congraçamento, respeito mútuo, fidelidade, integridade nos relacionamentos e responsabilidade com a missão determinada pelo Senhor Jesus (Mt 28.18-20).

Não podemos nos conformar com qualquer coisa para Deus. Devemos sempre dar o melhor para Aquele de quem somos por direito de criação e direito de redenção. Os membros da igreja, lavados pelo sangue de Cristo, regenerados pelo Espírito Santo, devem ter compromisso com a assiduidade e a pontualidade. Cada membro da igreja de Cristo é responsável por sua manutenção e expansão. Todos devemos viver a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. Os nossos corpos devem oferecidos ao Senhor como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus como um culto racional, lógico (Rm 12.1,2). A igreja de Cristo não se conforma com o mundo, mas proclama com a vida e os lábios o genuíno evangelho ao mundo.

Devemos ver a igreja como aquela que prega contra a injustiça social, os desmandos, a corrupção, a incompetência, o nepotismo, a degradação do Meio Ambiente, todos os tipos de tráfico, a prostituição, as drogas, e todo o erro, na contramão da vontade de Deus perfeitamente revelada nas Escrituras. A igreja está conformada com Cristo e inconformada com o mundo. Ela prega veementemente contra a frouxidão moral, contra a ética relativa e contra o legalismo. Uma das funções da igreja é defender a ortodoxia doutrinária. O seu compromisso é com a verdade sem receio, sem medo. Como Pedro e João, a igreja não pode deixar de falar do que tem visto e ouvido (At 4.20,21).

A nossa visão do que seja a igreja definirá o que fazemos por ela. Há muitos membros de igreja frios, sem compromisso, mundanos, desleais, infiéis, dissimulados, medrosos, tímidos, sem expressão diante das pessoas com as quais convivem. Ser membro de igreja deve sempre pressupor conversão e santificação. Devemos ser santos – separados pelo Senhor para servi-lo neste mundo – em todo o nosso procedimento à semelhança dAquele que é Santo (1 Pe 1.15,16). Então, devemos ser santos como Ele é Santo (Lv 11.44; 19.2).

A nossa visão da igreja deve ser sempre a partir do Senhor Jesus que deu a Sua vida por ela. A igreja de Jesus é feita de discípulos. Feita de discípulos comprometidos com o Mestre seja qual for a circunstância. Como membros da igreja de Cristo temos um compromisso com a evangelização do mundo até que Ele volte. Temos um compromisso de vivermos como pessoas transformadas pelo evangelho da graça. Como discípulos de Jesus devemos estar cheios do Espírito Santo para cumprirmos a missão de testemunhar o evangelho ao mundo (At 1.8). É necessário e urgente que sejamos fiéis testemunhas em qualquer lugar, em qualquer ambiente. Sendo diferentes para fazermos toda a diferença. Sendo coerentes para revelarmos ao mundo a coerência de Cristo na Sua morte e na Sua ressurreição.

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente