// você está lendo...

Sem categoria

AMIGOS DE VERDADE

 

Já dizia o poeta: “Amigos são como as estrelas: mesmo que estejam distantes, brilham em nossos corações”. Como é importante ter amigos! São pessoas especiais que nos dizem não o que queremos ouvir, mas o que precisamos ouvir. Outro poeta dizia: “Amigo, palavra fácil de pronunciar, mas muito difícil de se encontrar”. Realmente há uma dificuldade imensa em fazer e ter amigos. As pessoas buscam ‘amizades que as beneficiem, que são descartáveis’. Há uma especialidade em usar pessoas para se beneficiarem. A sociedade é egoísta, interesseira e espartana. Só pensa em si, busca seus interesses e amputa, alija os que não lhes apetece, não servem aos seus interesses.

É muito difícil fazer amigos porque vivemos numa sociedade adâmica, voltada para o ter, para o consumismo e para o ‘deus do entretenimento’ ou do prazer em si. São muitos os obstáculos para se construir amizades autênticas. Há muitos comprometimentos não essenciais que se tornam grandes obstáculos para se granjear amigos. Não temos mais ‘tempo’. Estamos muitos ocupados com tantos afazeres que conversar, rir e chorar com pessoas não são prioridades. As amizades estão se tornando cada vez mais superficiais, despidas de sinceridade, da autenticidade de Jesus.

Há esperança para se fazer amizades sinceras, leais. Jesus é o nosso modelo de amigo a toda a prova. Ele declarou: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar a sua vida pelos amigos. Vós sereis meus amigos se fizerdes o que eu vos mando” (João 15.13,14). Seguindo e servindo a Cristo, nesta caminhada, podemos encontrar amigos da verdade e de verdade. Há amigos mais chegados que irmãos. Eles são raridades e preciosidades em nossa peregrinação neste mundo.

Os amigos são conhecidos quando passamos por crises das mais variadas, angústias e até depressão. Nos momentos mais difíceis da vida, os amigos se aproximam para serem suportes para nos ajudarem a vencer. Os amigos comem o pão seco conosco. Estão com a gente nas tempestades da vida. Eles se arriscam por nós como fizeram Aquila e Priscila, um casal especial na vida do apóstolo Paulo. O testemunho do apóstolo é o seguinte: “Saudai Priscila e Áquila, meus cooperadores em Cristo Jesus, os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios” (Rm 16.3,4). Temos também o caso conhecido de Jonatas e Davi, que eram muito amigos. Quando Jônatas morreu, seu filho Mefibosete foi adotado por Davi e, em seu palácio, foi tratado como filho.

Sejamos amigos de verdade, que estão prontos a socorrerem nos momentos mais difíceis da vida. Aprendamos a ser amigos como Jesus, o nosso modelo de amigo a toda prova. Oremos e caminhemos com os nossos amigos. Sejamos sempre amorosos e sinceros. Que não tenhamos nada a esconder. Que haja plena confiança nos nossos relacionamentos amistosos. Sejamos servidores dos amigos, sim, amigos do peito, crucificados, mortos e ressurretos com Cristo.

Oswaldo Luiz Gomes Jacob, pastor.

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente