// você está lendo...

Destaque

A melhor idade

Quem disse que a melhor idade é a velhice? Gostaria de dizer a você que a melhor idade é aquela vivida na perspectiva de Deus, seja novo, meia idade ou idoso. É a vida com alegria, confiança e criatividade. Melhor idade é quando sei, à luz da vontade de Deus, aproveitar todas as oportunidades para crescer em todas as dimensões da vida, estabeleço padrão de desempenho dentro da vontade do Pai, vivo a vida comunitária de forma satisfatória e me alegro com os que se alegram e choro com os que choram. Quando estou pronto a servir à semelhança de Jesus.

A melhor idade é quando fico assombrado com a criação de Deus. Percebo as flores – coloridas e perfumadas. Exalto o meu Deus quando vislumbro a Sua natureza. Respondo positivamente às demandas negativas. Descanso na suficiência de Cristo. Faço uma leitura meditativa da Palavra e oro com sinceridade. Conheço a Pessoa a Obra de Cristo, me regozijo nEle e reparto com prazer a Sua mensagem com as pessoas. Glorifico a Deus pela oração de gratidão quando tomo um copo d’água, saboreio o café da manhã, degusto o almoço e tenho prazer no lanche e no jantar. A melhor idade é quando Jesus Cristo é a minha alegria todas as manhãs; a renovação das minhas forças todas as tardes e o meu descanso todas as noites.

Saber viver cada dia como se fosse o ultimo é uma atitude de sabedoria. Viver cada dia sem ansiedade como nos ensina Jesus (Mt 6.25-34). Desenvolver um espírito de humor. Caminhar a caminhada da fé e da esperança. Viver a atmosfera do amor que tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta (1 Co 13.4-8). Trabalhar intensamente para obter amizades sinceras e leais. Rasgar o coração com pessoas encantadoras nas quais podemos confiar. Viver em harmonia e sintonia na sinfonia da vida dada por Deus em Cristo Jesus. Granjear amigos mais chegados que irmãos, pois amigos são para se guardar no peito, no coração.

Na melhor idade aprendemos a agradecer. Coração grato. Valorizar os pequenos gestos de ternura. Abençoar os que nos amaldiçoam. Dar a outra face aos que nos ferem. Falar bem dos que falam mal de nós. Estender as mãos aos que nos retém as suas. Encurtar as distâncias que as inimizades aumentam. Responder ao rosto comprido manifestando rosto largo a partir de um coração alegre. Olhar com brilho nos olhos os que nos olham com o olhar opaco. Expressar graça aos que não têm nenhuma graça. Agir com justiça aos que nos fazem injustiça. Ser doce com aqueles que são tão amargos. Maximizar as virtudes e minimizar os defeitos. A melhor idade é quando busco intensamente as coisas do alto, onde Cristo está assentado à destra do Pai (Cl 3.1-4). Quando reconheço que o Senhor é o centro e a razão do meu viver.

Compartilhe e Aproveite:
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • del.icio.us
  • Live
  • Technorati
  • LinkedIn
  • Sphinn
  • email
  • Facebook

Comente