// arquivos

Arquivo para agosto, 2014

O CRISTÃO NOMINAL

  É o cristão de nome. Na verdade, tem o nome de cristão, mas não vive como cristão, ou seja, um pseudo-cristão. O que caracteriza um cristão nominal é a sua falta de compromisso com Cristo em função de uma experiência emocional e não espiritual. Conhece a Cristo de nome, mas não pela via do […]

“A AUTOPROMOÇÃO DO MINISTRO EM DETRIMENTO DA PROMOÇÃO DE CRISTO”

Um fato que deve ser combatido veementemente e substituído por uma compreensão e conseqüente prática do senhorio de Cristo em nossos ministérios. Atos 20.24; 2 Co 4.9,10; Fil 3.7-10 1. A nossa percepção tem sido a autopromoção do homem, do seu valor numa visão antropocêntrica, em detrimento, em prejuízo a promoção de Cristo. É impressionante […]

NÃO SEJAMOS REFÉNS DAS AÇÕES DAS PESSOAS

Nós temos a tendência de vivermos em função das ações e reações das pessoas com as quais lidamos. Somos vagarosos no entendimento. Ficamos tristes ou alegres dependendo de como as pessoas nos tratam. De uma vez por todas precisamos entender que as pessoas agem e reagem de várias maneiras. Tanto no primeiro contato quanto em […]

TRAÇOS VITAIS DE UM RELACIONAMENTO SAUDÁVEL

  Há muita gente em nossas igrejas com um grau enorme de dificuldade na área de relacionamento. Seja por causa da timidez; seja em função de traumas do passado; com uma porção de preconceitos e atitudes egoístas; com um temperamento explosivo, pavio curto, sem o mínimo de paciência; gente que critica negativamente, que possui uma […]

PATERNIDADE RESPONSÁVEL

O acidente no zoológico em Cascavel, no Paraná, quando um menino, acompanhado pelo pai, resolve brincar com o tigre e tem o seu braço dilacerado e o perde, revela a irresponsabilidade do seu progenitor e de outros que ali estavam. A paternidade responsável é aquela que impõe limites, educa dentro de princípios éticos e acompanha […]

JOVENS, SOIS FORTES!

“Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a Palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o Maligno” (1João 2.14c). Esta afirmação do apóstolo João é verdadeira. Certamente havia jovens em Éfeso, onde o velho apóstolo havia trabalhado como líder da Igreja. Era uma moçada forte no Senhor, que estava comprometida com a […]